<![CDATA[Sandro Miranda, multimedia journalist, Toronto, Brazilian Portuguese Interpreter, Videographer - Blog]]>Tue, 01 Mar 2016 09:30:52 -0800Weebly<![CDATA[Fome De Bola...]]>Wed, 27 Nov 2013 16:53:49 GMThttp://www.sandromiranda.com/blog/fome-de-bola
Picture
Neymar com fome de bola durante aquecimento antes do jogo entre Brasil e Chile no Rogers Centre em Toronto. Sandro Miranda/TupiPhoto.
Por Sandro Miranda

Uma semana após o jogo entre a seleção brasileira de futebol e a seleção chilena no dia 19 de novembro , Rogers Centre, em Toronto, percebo o quão bom seria se eu e meus amigos amantes do futebol pudessem ter a oportunidade de assistir a uma boa pelada, num estádio, pelo menos uma vez por mês... O feijão e o sonho, na realidade isto não vai acontecer tão cedo. O Toronto Football Club vai sempre mal das pernas, não dos bolsos, pois possui um público cativo e doente por futebol... Mas o time é ruim, mal administrado e pouco criativo.

Sinceramente, depois de fotografar a seleção brasileira  (Neymar, Oscar, David Luiz, Maicon, Robinho, Bernard, Paulinho) para uma agência de imagens no Brasil, tenho a impressão que assistirei jogos bons apenas quando ocorrerem os jogos Pan-Americanos - ou se um grande time europeu ou sul americano vier para cá para uma exibição, como acontece uma ou duas vezes por ano. Mas é pouco, 'pouquérrimo'!

Para passar o quão bom foi o jogo entre Brasil e Chile eu gostaria de dizer que atrás da câmera você tem uma visão um pouco diferente do jogo por causa do local onde você está posicionado... Claro que que no jogo contra Chile eu pude ver o chapéu duplo de Neymar no goleiro, mas não vi o gol de Hulk, vi o gramado ser dobrado ou sair do lugar diversas vezes e David Luiz coloca-lo de volta, não vi o gol anulado de  Neymar, mas vi os cruzamentos perfeitos de Maicon, alem da comemoração do gol de Robinho (com dança e abraço).  Mas ainda não assisti o jogo na íntegra, se ficar assistindo o jogo você não fotografa e não é pago. 



A dança de Robinho e Neymar, dois garotos da escola do Santos, e de Pelé... Robinho teve sua era no Brasil, foi para o exterior mas não despontou. Com Neymar a situação foi diferente. Agora no exterior ele desponta com seus dribles e anima  as torcidas com seus dribles. Felipe Scolari talvez tenha razão em trazer peças antigas em seu novo time. Rivelino apontou isto no programa Cartão Verde da TV Cultura quando comentou que a vinda de Robinho para o time vai ajudar Neymar, pois o estilo dos dois é parecido, da escola do Santos, e o Robinho tem a experiência. 

Pra finalizar, não  é apenas Neymar que tem fome de bola, a garotada do Brazilian Soccer Academy estava morrendo para bater uma bola no Rogers Centre, melhor que isso, eles entraram em campo junto com a seleção chilena e brasileira e sentiram na pele o grito dos 40 mil fãs presentes no estádio na vitoria do Brasil por 2 a 1 com gols de Hulk e Robinho pelo Brasil, e Vargas pelo Chile. 
Picture
Não me lembro de ter visto ao vivo um atacante dar dois chapéus seguidos no goleiro! Uma pintura feita por Neymar, que acabou não marcando naquele lance... Neymar aplica o segundo chapéu enquanto o goleiro tenta pegar a bola e quando o atacante sai pela direita e finaliza, o goleiro Bravo defende. Sandro Miranda/TupiPhoto.

Picture
David Luiz recoloca grama no lugar que havia se soltado. O Rogers Centre colocou a grama dias antes do jogo, mas em diversas jogadas em partes do campo, pode-se ver as tiras de grama fora de posiçãochapéu durante o amistoso entre Brasil e Chile em Toronto no Rogers Centre. Sandro Miranda/TupiPhoto.
Picture
Jogadores celebram segundo gol de cabeça de Robinho no amistoso entre Brasil e Chile no Rogers Centre em Toronto. Sandro Miranda/TupiPhoto.
]]>
<![CDATA[Caindo para poder vencer velhos hábitos]]>Tue, 14 May 2013 03:58:02 GMThttp://www.sandromiranda.com/blog/caindo-para-poder-vencer-velhoshbitosMudar hábitos e algo nada fácil. Posso dizer que quando eu era pirralho, dos 5 aos 14, meus pais viviam corrigindo certos maus hábitos como o de estourar bombinhas na rua, jogar bola descalço no asfalto, roubar frutas das arvores dos vizinhos, não dizer a idade correta para não pagar passagem de ônibus  coisas do gênero.  E digo 14 por motivo da minha entrada no mundo industrial quando entrei para o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), ali aprendi uma profissão e entrei no mercado de trabalho aos 15 anos como torneiro mecânico, tempos interessantes aqueles. Depois disso não me considero, pelo menos neste texto, um pirralho. 

Tive que colocar isto por motivo algo que sempre me perseguiu. Trabalhar em grupo. Minha mãe,  dona Maria, sempre me disse "Você precisa aprender a trabalhar em grupo, você briga demais, quer tudo perfeito, o mundo não e assim, você precisa mudar senão vai se dar mal', ela tinha certa razão. Sempre achei difícil trabalhar em grupo, dividir o trabalho 'igualitariamente', colocar minha opinião e aceitar a opinião alheia... Sim, mas eu acredito que não sou o único, porem isto não retira a minha inabilidade de conviver com certas situações que criam certo constrangimento pessoal.

Sempre tive um certo problema para perdoar. Dona Maria também pegava no meu pé, para o meu próprio bem. Passei por conselhos psicológicos para tentar melhorar a situação  Acabei entendendo que não perdoar e uma perda de energia, já que quando não se perdoa se pensa sobre o fato novamente e aquilo fica perambulando na sua cabeça sem parar, nada saudável, e melhor resolver e arquivar na memória.

Comparar meus hábitos com os de um time de futebol é tarefa árdua, até mesmo estúpida, explico. Eu tenho os hábitos, o futebol tem o povo, os jogadores, os cartolas e os patrocinadores. Mesmo assim, se um 'time' consegue mudar seus maus hábitos, imagino que eu, um indivíduo apenas, consiga fazer isso, não é verdade?
Me refiro ao meu time do coração, a Sociedade Esportiva Palmeiras, que durante 2012 caiu para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro e levou uma piaba feia do Mirassol, 6 a 1, no dia 27 de março de 2013. Tudo teria ocorrido por problemas financeiros do clube que chegou a vender seu ídolo e goleador, Barcos, conhecido como Pirata. Depois de tanto apanhar com as lambanças de seus presidentes anteriores e administração nada profissional, o Verdão segue outra direção: contas enxutas, contratações coerentes e trabalho, muito trabalho.

Mudar velhos hábitos é possível, para isso é necessário boa vontade e trabalho árduo, não é?


Picture
Beijão na minha filhota, A Anna. Uma coisa que realmente mudou velhos hábitos (risos...).
]]>
<![CDATA[A primavera chegou/The Spring is here]]>Wed, 10 Apr 2013 16:48:22 GMThttp://www.sandromiranda.com/blog/a-primavera-chegouthe-spring-is-hereDepois de tanto tempo sob um frio de matar qualquer adorador do sol, principalmente aqueles vindo da linha do Equador, as flores começam a aparecer. 

Foi um inverno calmo, sem muitos desafios, apenas 'surpresas' estranhas, como a do prefeito de Toronto ser retirado cordialmente de uma festa para veteranos de guerra por estar embriagado, segundo o jornal Toronto Star, ou por minha nova filhota, a Anna, ser um bebe que quase não chora, se comparada ao Andre que, como o pai em tempos de Lucrezia Borgia, gritava em alto e bom som acordar e noite. O pai só o fazia noturnamente.
Na TV nada de novo, mas no Netflix sim: The IT Crowd, um seriado que ultimamente assistimos juntos, sim eu a parceira, depois que nossos pimpolhos dormem. Um seria da TV britânica de fazer rir, o humor debochado inglês misturado aos modernos tempos da tecnologia de informação. Roy, Moss e Jen o farão esquecer do mau humor e da vontade de esmurrar um saco de pancadas depois que o dia se acaba.

Andre ganhou seu troféu por ter participado dos treinos durante o outono-inverno Brazilian Soccer Academy, que na minha opinião deveria se chamar Brazilian Football Academy. Sim, tenho orgulho do minha copia em miniatura. Ate comprei uma camisa oficial do Palmeiras - que se recupera de um tombo para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, ainda pior, para um derrota histórica para o Mirassol por 6 a 1. Tirando a politica do esporte e os patrocinadores 'estampados' no camisa do clube, o amor ao esporte e a competição já começam a fazer parte do dia-a-dia do garoto, que também pratica hóquei e natação.

]]>
<![CDATA[Pip-squeak]]>Thu, 28 Feb 2013 16:41:53 GMThttp://www.sandromiranda.com/blog/pip-squeakHere I'm, writing for my pleasure and maybe for yours too. During the winter of 2012-2013 I got a cute new daughter, Anna. With this new addition, time won't be the same, it will be less plastic and more rubber made. Of course I will share a photo of our pip-squeak, who was born on November 24th of 2012.

Enough said, here is the shot taken at Mount Sinai Hospital.

]]>